En plein air.

Sem título

Para quem ainda não sabe, “en plein air” é uma expressão francesa que significa ao ar livre, particularmente usada para descrever o ato de pintar a paisagem no local.

Pintar ao ar livre é quase um esporte, o artista tem que caminhar no mato, entrar em grotas e subir serras, e mais, carregando aproximadamente uns seis quilos de equipamento.

Significa passar horas no campo com o cavalete armado debaixo do sol, às vezes,  protegido somente com um guarda-sol ou à sombra de uma árvore, cercado por insetos que vêm de toda parte.

Agora você me pergunta, vale a pena? Sim vale. A recompensa no começo, nem sempre será um trabalho bom, e sim, a experiência proporcionada  pelo contato direto com o natural. É claro que em dias quentes o melhor é usar uma referência fotográfica no aconchego do ateliê, pois, estamos em um país tropical.

IMG_5603Quando fazemos um “plein air” estamos diante de um aprendizado sem igual, principalmente quando já conhecemos, mesmo que pouco, as misturas de cores.

Também treinamos nossos olhos a medirem o valor de um matiz, conseguimos ver uma cor mesmo que ela esteja completamente na sombra. Na fotografia, mesmo que, regulando bem os recursos da câmera, ainda deixa muito a desejar.

O processo de pintar usando um modelo obriga o artista a ser mais prático, principalmente quando se trata de pintar paisagem, pois num espaço de duas horas, sombras e luzes mudam completamente de lugar.

Isso faz com que o artista aplique pinceladas largas, com pincéis que cobrem com facilidade grandes áreas da tela. Esse ato atribui ao trabalho grande expressividade.

A ordem como o artista compõe deixa muito claro, no final do trabalho, que tudo foi feito com grande destreza.

Com o tempo o artista seleciona os materiais mais práticos para este fim, como maleta e cavalete de camping, telas pequenas, para facilitar o transporte, e um número menor de cores.

g4075Quando é possível pintar mais de uma tela, é necessário ter recursos para armazenar e transportar as pinturas sem que elas estraguem.

Telas de pequenos formatos facilitam a execução do trabalho. O trabalho feito ao ar livre pode servir de referência para uma pintura de grande porte.

Portanto é preciso praticar, mesmo que no começo o artista não consiga bons resultados, a experiência adquirida será muito útil no futuro. Com a prática os bons resultados irão aparecendo aos poucos.

Last Modified on 12/10/2015
This entry was posted in Artigos.
Bookmark this article En plein air.