Como pintar paisagem

Como pintar paisagem   Direto e simples como o título, este post tem o objetivo de apresentar alguns procedimentos fundamentais da pintura, e demonstrar como pintar paisagem da forma mais simples possível. Primeira coisa que devo ressaltar logo de início é que artistas figurativos sempre têm uma...

Plein air de domingo

Plein air de domingo Pintar paisagens exige grande esforço por parte do artista, pois ao contrário dos pintores de figura ou natureza morta, o pintor paisagista tem que ir ao campo, atrás do motivo. Isso implica algumas vezes enfrentar insetos, sol ou qualquer outro...

Pintura a óleo

Pintura a óleo   A pintura a óleo, com certeza, é o medium mais comum hoje em dia, praticada por artistas e entusiastas de vários níveis. Isso porque a tinta permite ser manuseada de diversas formas, desde manipulações simples até as mais complexas, a tinta...

Planejando uma pintura de paisagem

Planejando uma pintura de paisagem   A pintura de paisagem pode parecer, a princípio, um tema fácil de ser executado. Mas como em qualquer outro gênero de pintura, há algumas regrinhas de composição. A concepção de um trabalho artístico exige, na maioria das vezes,...

Croquis parte 04

Croquis a óleo Olá, esse é o último vídeo da série croquis onde eu falo da importância dos croquis como meio de estudo e demonstro como preparar a tela e executar as pinturas. A pesar de serem os primeiros vídeos, foi uma experiência muito...

Imagem Composição: a alma da pintura

Composição: a alma da pintura

Não há como falar sobre pintura sem citar algumas regras de composição. Aliás, pintura é composição o tempo todo, seja uma paisagem, natureza morta ou retrato.
Quando pintamos, organizamos elementos dentro dos limites do suporte (tela), harmonizamos as cores, criamos contrastes tonais e atribuímos interesse a um ponto específico.

O problema é que quando começamos na pintura ou desenho não temos a menor ideia sobre composição

Tentamos criar relações entre as cores, contudo, sem sabermos como fazê-lo. Também, há uma tentativa de criar efeitos de luz e sombra (contrastes tonais), todavia desconhecemos completamente conceitos sobre valores.

Há muita dificuldade, também, em relacionar os objetos como um todo, deixando a pintura desorganizada sem um ponto de foco.

Isso é muito comum entre iniciantes. Eu passei por isso também.

Desmistificando a ideia de que pintura é para quem tem dom, se essas “boas práticas de composição” forem compreendidas e usadas, com certeza, o artista conseguirá um bom resultado, mesmo que seja uma pintura modesta.
Vou listar alguns procedimentos importantes para uma boa composição.

Cor: valor e intensidade.

A mistura de dois matizes dá origem a outro matiz, a grosso modo, adicionando amarelo ao azul, teremos o verde. Parece simples, mas, quando olhamos o mundo natural, os objetos, percebemos que as cores não são tão óbvias. A maioria delas pertence ao grupo das secundárias e terciárias no disco cromático e há em cada uma delas variação tonal.
As cores são um dos principais elementos da pintura, mas, como as notas em uma partitura musical, essas cores têm tonalidades diferentes. Dessa forma, simplificando, um determinado verde pode-se obter alturas diferentes de tonalidade, veja:

pintura em tela

Não basta apenas as cores em uma pintura se ela não tem variações tonais. Os tons são responsáveis pelo volume dos objetos e por criar ilusões de luz e sombra.
Ao analisar uma pintura, veja como é importante o papel dos valores.

pintura em tela

A intensidade é outra característica fundamental das cores. Assim, dividindo as cores em dois grupos, em um grupo, teremos cores de alta intensidade, são cores saturadas vibrantes, e, em outro grupo, teremos cores neutras de baixa intensidade. Essas cores pertencem ao grupo das terciárias. São cores com mais de três matizes e neutralizadas com branco.
Na pintura paisagista, a combinação desses grupos de cores resulta no efeito de profundidade. Cores neutras não competem com cores vibrantes, dessa forma, elas recuam enquanto que cores vibrantes parecem aproximar-se do observador.

Veja o efeito:

pintura em tela

 

Foco

A pintura precisa de uma área especial reservada para o motivo principal, essa área é denominada ponto focal. Ela é responsável por chamar atenção de início do observador e, depois, conduzi-lo ao restante da pintura.

Há muitos processos para isso, como a regra dos terços, formas positivas e negativas. Com o tempo e a prática, isso se torna tão intuitivo que o artista faz sem enfrentar grandes problemas.

Tudo isso é só uma fração de regras importantes para compor uma boa pintura.

 

Imagem A arte de pintar paisagens

A arte de pintar | Dicas para começar

pintura em tela

Comecei essa série de artigos para ajudar artistas que querem melhorar suas composições.

Pintura em tela, pintura a óleo ou óleo sobre tela são termos ainda muito usados, mas o que poucos sabem é que a pintura vai muito além de esfregar tinta na tela.

A maioria das pessoas não se importa muito com as técnicas de composição, talvez, por algum equívoco, considera-as difíceis ou desnecessárias.  Esses conhecimentos técnicos e teóricos, da arte de pintar, comumente, encontram-se descritos em livros, mas nem todos estão dispostos a investir tempo lendo, apesar de recomendável. Assim, há outras maneiras de estudar arte, por exemplo, frequentando workshops ou pesquisando na internet.

Graças à internet, o número de pessoas interessadas em arte figurativa vem crescendo e o interesse pelo conhecimento técnico também. Então, sejam quais forem os meios, é necessário estudar e praticar os procedimentos corretos da pintura, embora nem todos tenham o zelo de fazer um trabalho satisfatório.

A pintura em tela, por algum tempo, foi considerada uma terapia ou um hobby, ideia reforçada pelas revistas do gênero no país, que não tratavam o tema com muito esmero e publicavam dicas evasivas e passo a passo ruim, com isso, reforçando a tese de que pintura é simplesmente um desenho colorido sobre um tecido de algodão. Nessas revistas, eram extremamente raras as demonstrações de um artista bom, e, quando tinha alguma, limitava-se somente ao passo a passo insuficiente para tratar de toda a técnica.

Entretanto  temos aqueles que estão dispostos a aprender todos os dias um pouco mais sobre pintura, pessoas com talento e força suficiente para se autocriticar, com a esperança que o próximo trabalho será sempre o melhor.

As pessoas me perguntam como elas podem melhorar suas pinturas. Muitos acham que o segredo está nos pincéis, outras acham que o segredo está nas tintas profissionais, apesar de ser necessário investir sempre em bons materiais. Eu acredito que o sucesso do artista está em sua capacidade de interpretar o mundo natural, combinada com o domínio das técnicas que são ferramentas de organização, orientação e expressão.

 

Mas como me comprometer com meu aperfeiçoamento técnico?

Bom, o ideal é comprar livros, frequentar cursos e workshops, pesquisar muito na internet e aqui no meu blog :). Depois, ir colocando tudo em prática e pintando, se possível, todos os  dias. Isso mesmo, você vai gastar muito material, mas é um pouco do sacrifício a ser feito.

Aqui vai uma lista de coisas que você precisa saber sobre pintura em tela.

a arte de pintar
Pinacoteca do Estado de São Paulo
  • Sobre materiais. É muito importante conhecer suas ferramentas e, na medida do possível, optar por materiais de qualidade.
  • História da arte (incluindo biografia de grandes mestres). Conhecer a obra de grandes mestres é fundamental, principalmente ao vivo, então, planeje sempre que possível, visitas a museus de arte. Dois museus que conheço e aconselho todos a visitarem são a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o MASP.
  • Aprender técnicas de desenho. Sempre digo que o desenho é muito importante para a evolução artística.
  • Aprender técnicas de pintura. Procure saber tudo sobre cores e valores.
  • Pesquisar sobre grandes artistas do momento. Existe um legado enorme da arte figurativa representativa depois dos pintores impressionistas, e há muitos artistas talentosos de todos os gêneros, hoje em dia, propondo uma nova tendência.
  • Desenvolver autocrítica. Sem isso, você nunca irá desenvolver um trabalho realmente bom.
  • Deixar de usar a expressão pintura em tela, isso mesmo, dentro de um universo mais profissional, essa expressão se tornou obsoleta. Tente usar outras palavras de acordo com o contexto, como, por exemplo, óleo (para descrever a técnica) ou skecths a óleo (para descrever pequenos rascunhos a óleo).
  • Desenvolver seu ideal de beleza. Cada artista manipula seus materiais para atingir determinado resultado estético, e isso o torna original, pois, a partir da sua experiência e da influência de outros artistas, o indivíduo consegue desenvolver autenticidade.

Pintura em tela passo a passo

Pintar envolve uma série de engenhos que possibilita ao artista a criação de belas obras de arte, é um verdadeiro projeto, que envolve prática e teoria.

Portanto, não há nada que impeça a pessoa de fazer um bom trabalho, independente se ela é um hobbista ou um profissional.

 

En plein air.

Para quem ainda não sabe, “en plein air” é uma expressão francesa que significa ao ar livre, particularmente usada para descrever o ato de pintar a paisagem no local. Pintar ao ar livre é quase um esporte, o artista tem que caminhar no mato,...

Tinta a óleo.

  Há varias controvérsias a cerca do desenvolvimento da tinta óleo, alguns tratados indicam os irmãos Van Eick como os pioneiros no uso desta técnica, mas há citações do século V sobre óleos secativos empregados na pintura e documentos na Inglaterra que provam o...